Mostrando postagens com marcador Luiz Guaritá Neto. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Luiz Guaritá Neto. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 19 de julho de 2019

CARTA ( ABERTA ) Á LUIZ GUARITÁ NETO – CODAU

Oi, turma !
(É gritante a diferença entre nobres e plebeus no Brasil...)


Caro Presidente, 

Acuso sua amável lembrança (uma esferográfica do CODAU). Obrigado. Transcrevo o bilhete que veio junto>-“Gonzaga, foi um prazer enorme ,ler o seu artigo sobre o meu pai. Concordo que ele foi especial. Leal, digno, honesto. Estas foram as “fortunas” que ele deixou para mim e Dulce. Minha gratidão por este reconhecimento. Luiz Neto”.

Aprendi com meus dois “gurus”, Netinho e Jorge Zaidan, os meandros que por vocação, iniciado desde tenra idade e pratico até hoje, a comunicação. Não fossem os exemplos deles, não sei se teria continuado na profissão .Netinho e Jorge, ofereceram-me a dádiva da sabedoria – pródigo nos elogios, parcimonioso nas críticas -! Lema que pratico, sem pestanejar. A verdade é o apanágio da informação. A dignidade do jornalista, está atrelada a verdade da noticia. Faltar com a verdade, subverter a crítica ou elogio, por ato desonesto, foge daquilo que com eles, aprendi. Souberam honrar a íngreme profissão que abraçaram , que este pobre pecador, com todos os vícios e e defeitos, procura praticar.

Saiba, Presidente, acompanho sua trajetória desde a infância. Talento, inteligência, trabalho e competência, nunca lhe faltaram. Fizeram “morada” no seu curriculum , caro “Alemão”. Bom de bola como o pai, preferiu os estudos. Fez bem. Vocação para a política, veio ao depois. Secretário de Hugo Rodrigues da Cunha, o “ pulo” à Prefeito, era inevitável ! Votei em Você, 2 vezes. Suplente de senador, não conheci o titular. Sei que está preso. Você, não! Sua formação moral, não permite. Como Prefeito, deu “alma nova”, produziu a auto=estima do uberabense.Ganhou muitos louvores.

Discordei e continuo discordando da infeliz decisão da mudança do aniversário da CIDADE de Uberaba. Alterar o “registro de nascimento” da santa terrinha, onde Você, eu, nossos familiares e amigos, nascemos, foi doloroso ! Que o levou a tão infeliz medida ? Dinheiro ? Não ! Você não precisa. Vaidade do cargo? Não acredito... Ingerência externa ? Não tenho como responder... Creia-me, Presidente, a alteração foi um erro histórico ! Uberaba, não merecia tal decisão !Envelhecer a cidade 36 anos ! Praquê?

Desculpe-me a petulância ! Errar é humano; persistir no erro.. .Poderia responder porque não ouviu a população? A imprensa não ter sido convidada a participar dos debates ? Não recorrer as pesquisas sérias de historiadores sérios da terrinha, Hildebrando Pontes, José Mendonça, Gabriel Toti, Edelweis Teixeira, Guido Bilharinho, ainda vivo e são ? Não levar em consideração o parecer da Assessoria Jurídica da Câmara Municipal ? Louvar-se tão somente numa “historiadora” do Arquivo Público municipal, titubeante até na sua explanação de motivos?

Você, Luiz Neto, não precisa dessa campanha fajuta e mentirosa de “ Uberaba-200 anos “. Sua popularidade, prestigio, credibilidade e trabalho, são seus grandes e verdadeiros trunfos ! Um pedido seu à Câmara municipal, à revogar a lei de 1994, que regrediu Uberaba a condição de FREGUESIA, isto é, CURRUTELA, não coaduna com os nosso foros de civilização e cultura. Uberaba, é uma das mais importantes cidades brasileiras pelo passado que preservou, pelo presente que ostenta, com alguns senões e um futuro promissor que nos aguarda!

O uberabense ficará eternamente agradecido se tomar tal medida. Dos céus, Ataliba Guaritá Neto e Jorge Zaidan, darão pulos de alegria e aqui na terrinha, esse humilde escriba, não comentará mais a aberração produzida.

Esse espaço está a sua disposição, caso seja a sua vontade em responder a minha sugestão. Uberabensemente o meu fraterno abraço. “ Marquez do Cassú".






Cidade de Uberaba


sexta-feira, 21 de junho de 2019

Fotos Históricas do Mercado Municipal de Uberaba.

No ano de 1879, foi apresentado pelo vereador Capitão-Mor, José Bento do Valle, um projeto de construção de um Mercado Municipal que estaria localizado no Alto do Rosário, mais especificamente na Rua Alegre, atual Rua Lauro Borges, no mesmo local onde hoje está o Fórum Melo Viana. Ali ele foi instalado e permaneceu até o início do século XX.


Mercado Municipal de Uberaba. Placa.

“Mercado Municipal. Construção iniciada em 1922 na gestão de João Henrique Sampaio Vieira da Silva. Inauguração. 02-08-1924. Gestão: Geraldino Rodrigues da Cunha.Prefeitura Municipal. Propriedade de Uberaba”



Mercado Municipal de Uberaba. Placa.


“Os permissionários do mercado parabenizam o prefeito Dr.Hugo Rodrigues da Cunha e seus assessores pela restauração do mercado municipal."
Uberaba, 31 de dezembro de 1992.”

Mercado Municipal de Uberaba. Placa
"Remodelação e ampliação iniciadas na administração do prefeito Hugo Rodrigues da Cunha. E concluídas pelo prefeito Luiz Guarita Neto, em 20 de maio de 1983. Projeto Jorge Azor Filho. Prefeitura municipal 
Propriedade de Uberaba."


   Antes da construção do Mercado Municipal aquela região de Uberaba era formada por alguns casarões rústicos. Em raríssima foto o cotidiano da cidade no início do século passado.Trabalhadores cultivam a terra numa paisagem quase rural. Fotógrafo: José Severino Soares, o "Juca Severino” (Foto do acervo de Maria Regina Vieira Teixeira)



Vista de Uberaba de 1950. Observa-se em 1º plano o Mercado Municipal (A) e a Cadeia Pública (B).
 Em 2º plano tem-se a torre da Igreja Nossa Senhora das Dores (C) com o edifício da Santa Casa de Misericórdia (D) ao fundo. (Foto Acervo do Arquivo Público de Uberaba) Editor da foto: Marcellino Guimarães.



Velhos caminhões de comerciantes, estacionados no entorno da Praça do Mercado Municipal em Uberaba, no ano de 1986. Fonte: Superintendência do Arquivo Público de Uberaba.


Pátio do Mercado Municipal de Uberaba - Praça Manoel Terra.
Foto: Autoria desconhecida - Década de 1970
Acervo: Arquivo Público de Uberaba



Família Chaem no mercadão antigo em meados dos anos 1958/1960. Da esquerda para direita em primeiro plano: 1- José Chaem (filho) 2- Massato Chaem (nora) 3 - Maria Chaem (permissionaria) 4 - Ângela Chaem, neta. Foto identificada por José Chaem em 10/07/2004 - Fonte: Arquivo Público de Uberaba.



 Distribuição de hortifrutigranjeiros na décadas de 70/80.  Pátio do mercado municipal - Atual -  estacionamento.

Atendendo a pedidos da população, que necessitara de um novo Mercado, em 1922 começaram as obras para a construção de uma nova sede, esta na praça Manoel Terra, que foi inaugurada no dia 02 de Agosto de 1924. (Arquivo Público de Uberaba.)


Reinauguração do Mercado Municipal de Uberaba.

Referencia comercial, e ponto de encontro entre muitos Uberabenses, o Mercado Municipal passou por diversas reformas e ampliações durante o século XX, porém, sempre manteve seu padrão arquitetônico.


Dona Dagma e Luiz Guaritá Neto. Foto/créditos: Pacotinho. Ano: 1993.

Benedito Sebastião de Sousa Coelho, o Pelé do Mercado.
 Dona Dora  Doralice Kabulescki.

                                                                             
   Banca da Maria - Sebastiana Flávio dos Santos.


Lanchonete Santos - Dona Irene e seu filho, Cydewal Alves Siqueira.


Sebastião de Mello Borges - Box 13 -  Ano: 1972.
(Foto: Acervo Pessoal)

Loja de Aves do Senhor Cicero.


Interior do Mercado após reforma, em 1993 - Foto: Renato Peixoto Junior.


Interior do Mercado após reforma em 1993 - Foto: Renato Peixoto Junior.

Interior do Mercado após reforma, em 1993 - Foto: Renato Peixoto Junior.

Interior do Mercado após reforma, em 1993 - Foto: Renato Peixoto Junior.


Bazar Gatinhas e Gatões - Box 28. Telefone - (34) 988522226. Proprietária: Araly Cristina Rufato  Stacciarini.


Interior do Mercado após reforma, em 1993 - Foto: Renato Peixoto Junior.



Sebastião de Mello Borges, Isabel Pires Borges, Carlos Henrique Pires Borges. Casa Racipesca. Foto: Antonio Carlos - 20/06/2019.


Pastelaria do Edmur - Desde: 1984 - Foto: Antonio Carlos - 20/06/2019.



Bazar Ribeiro - Desde 1941 - Proprietário: Lauro Azevedo dos Santos e esposa Neusa Aparecida dos Santos. Foto: Antonio Carlos. 23-06-2019.


   Bazar Duda Kids - Box 35. Fone: 33329810 -  Desde: 1954 - Proprietário: Rogério Rufato. Foto: Prata.









Cidade de Uberaba


quarta-feira, 28 de dezembro de 2016

TV. REGIONAL REDE MANCHETE – FUNDAÇÃO CULTURAL DE UBERABA.

Década: 1990
Em 9 de junho, ao completar 35 anos de atividade, a Fundação Cultural promoverá um Fórum para se fazer balanço e perspectivas das Politicas Públicas de Cultura.
Enquanto isto não acontece vamos mostrando  como no passado se via a participação do Poder Público neste setor
Prefeito municipal – Luiz Guaritá Neto – (1992/1996)
Presidente da Fundação Cultural – Lídia Prata
Debate  Cultural – parte 04
Local – TV Regional
Coordenador – Ney Junqueira
Participantes – Lídia Prata, Guido Bilharinho, Jorge Alberto Nabut, Gilberto Rezende e Bethoven Teixeira.
O arquivo pertence ao acervo da Associação Cultural Casa do Folclore e foi postado dia 04 de junho de 2016.