Mostrando postagens com marcador PONTES. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador PONTES. Mostrar todas as postagens

sábado, 8 de junho de 2019

Vista aérea da Praça Rui Barbosa em Uberaba

Praça Rui Barbosa com Catedral ao fundo em 1967. Acervo: Arquivo Público de Uberaba - Foto: autoria desconhecida.
"É o mais antigo logradouro público de Uberaba, pois, foi na sua parte inferior que se começou a edificação do primeiro prédio que Uberaba teve. Dele partem as seguintes ruas, a saber, canto inferior direito, a Coronel Manuel Borges; centro, a Artur Machado. Esquerda, a Vigário Silva, lado sul, ao meio, a rua de Santo Antônio. Canto superior direito, a rua Olegário Maciel e superior esquerdo, a rua Tristão de Castro; lado norte, no meio, a rua São Sebastião. É inteiramente calçada a paralelepípedos e com luxuoso jardim à frente da Catedral do Bispado. Nos alinhamentos em diferentes lugares ficam o Paço Municipal, hoje Prefeitura, o Teatro São Luís e custosos prédios particulares. Primitivamente chamava-se ‘Largo’, mais tarde ‘Largo da Matriz Nova’, ‘Largo da Matriz’, praça ‘Afonso Pena’ (1894-1916) e finalmente praça Rui Barbosa." (PONTES, 1970, p.287).


Fanpage: https://www.facebook.com/UberabaemFotos/

Instagram: instagram.com/uberaba_em_fotos


Cidade de Uberaba.


quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Avenida João Pessoa (atual Avenida Presidente Vargas).

Avenida João Pessoa (atual Avenida Presidente Vargas). 


Autor (Fotógrafo): Não identificado 

Autor (Reprodução): Paulo Lemos de Oliveira


Época da imagem: Década de 1920/1930 


A Avenida João Pessoa “começa na Rua Artur Machado, em frente a entrada da Rua Dr. João Caetano, e sobe a terminar na Praça Comendador Quintino. Fica no Alto dos Estados Unidos. É calçada de paralelepípedos no centro. 

Em 1880, a Comissão recenseadora não compreendeu este logradouro público com situação própria e o fez atravessar pela ‘Rua Fabrício’, mais tarde ‘Rosário’ e hoje Dr. João Caetano. Mas o Coronel Sampaio deu-lhe o nome de ‘Largo do Rosário’, que, em 1900, se mudou para a praça com a mesma denominação”. (PONTES, 1978, p.289) 

No centro desta avenida ficava a Igreja do Rosário, edificada em 1840 e demolida em 1924.

                                                           
Escadaria de acesso à Igreja do Rosário, fundada em 1841 e derrubada em 1924

A Portaria nº 70, de 28 de novembro de 1930, deu-lhe o nome de avenida João Pessoa, o qual foi modificado pelo decreto nº 96, de 1º de julho de 1938, para avenida Presidente Vargas. 



(Arquivo Público de Uberaba)





domingo, 15 de janeiro de 2017

Praça Comendador Quintino

Praça Comendador Quintino


Década de 1930/40

Foto: Autoria desconhecida


A Praça Comendador Quintino localiza-se no bairro Estados Unidos.
“Antigamente, o local da praça e suas adjacências, se conheciam por ‘Morro Plano’, ‘Alto das Cavalhadas’ porque ali na planura se realizavam estas, e ‘Alto do Rosário’.
O primeiro a construir casa nessa praça foi o Sr. Pascoal Toti, em 1881, na esquina oriental da Av. João Pessoa*, onde fundou tempos depois a primeira Fábrica de Cerveja de Uberaba, dita da ‘Liberdade’.
A praça primitivamente se chamou ‘Largo da Piedade’, porque os respectivos habitantes pretendiam erigir uma igrejinha com a invocação de Nossa Senhora da Piedade; mas, não o fazendo, aquele nome se perdeu, e o vulgo deu lugar ao de ‘Largo do Pascoal’, que se conservou durante muitos anos, até que, em 1894, se mudou para ‘Comendador Quintino’.”
(PONTES, 1978, p. 282).
“Em 1929, a Câmara Municipal, abolindo o referido nome, denominou-a de praça Dr. Olavo Rodrigues da Cunha. A Portaria nº 69, de 25 de Outubro de 1930, voltou a denominar a referida Praça de Comendador Quintino.
Hoje ela é popularmente conhecida como “Praça do Grupo Brasil”. Foi totalmente descaracterizada, perdeu o coreto e as árvores decoradas. No centro da Praça, na década de 60, foi erguido o “altar da Pátria” e plantadas árvores do cerrado, como os ipês amarelos.
A Av. João Pessoa é a atual Av. Presidente Vargas.”

 Arquivo Público de Uberaba

quinta-feira, 12 de janeiro de 2017

PRAÇA AFONSO PENA ACÚSTICA

Praça Afonso Pena Acústica (Bairro Estados Unidos)

Década 1960
Praça Afonso Pena Acústica (Bairro Estados Unidos) – destaca-se a famosa e grandiosa gameleira, derrubada para a implantação da nova praça.
Começa na rua Artur Machado e termina, em cima, à direita, onde começa a rua Bernardo Guimarães e, à esquerda, no princípio, na rua Marquês do Paraná. Foi outrora, 1908, magnificamente ajardinada, tendo ao centro uma gameleira secular.
Abriu-se em 1889, quando a rua do Comércio, atual rua Artur Machado, se prolongou da rua Padre Zeferino até à Estação da Mogiana. Tomou nesse tempo, o nome de Praça ‘Dr. Crispiniano Tavares’ que, em 1900, se mudou para Praça da ‘República’. Em 1908 passou a chamar-se ‘Rui Barbosa’.”
(PONTES, 1978, p.277-278). O historiador Hildebrando de Araújo Pontes viveu no período de 1879 a 1940.
“A Câmara Municipal, modificando a nomenclatura de alguns logradouros públicos, em 1916, denominou-a de Praça Afonso Pena.
No centro de seu jardim havia uma Gameleira.
A praça é conhecida popularmente de ‘Praça da Concha Acústica’, por ter sido construído, em seu centro, um palco, em forma de uma concha, para que as apresentações musicais tivessem uma acústica melhor. Suas obras iniciaram na década de 1970, sendo inaugurada no dia 02 de abril de 1971


Foto: Autoria desconhecida

Acervo: Arquivo Público de Uberaba

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

PRAÇA RUI BARBOSA - UBERABA

Praça Rui Barbosa - Década: 1960

Foto: Autoria desconhecida
“É o mais antigo logradouro público de Uberaba, pois, foi na sua parte inferior que se começou a edificação do primeiro prédio que Uberaba teve. Dele partem as seguintes ruas, a saber, canto inferior direito, a Coronel Manuel Borges; centro, a Artur Machado. Esquerda, a Vigário Silva, lado sul, ao meio, a rua de Santo Antônio. Canto superior direito, a rua Olegário Maciel e superior esquerdo, a rua Tristão de Castro; lado norte, no meio, a rua São Sebastião. É inteiramente calçada a paralelepípedos e com luxuoso jardim à frente da Catedral do Bispado. Nos alinhamentos em diferentes lugares ficam o Paço Municipal, hoje Prefeitura, o Teatro São Luís e custosos prédios particulares. Primitivamente chamava-se ‘Largo’, mais tarde ‘Largo da Matriz Nova’, ‘Largo da Matriz’, praça ‘Afonso Pena’ (1894-1916) e finalmente praça Rui Barbosa.” (PONTES, 1970, p.287).

domingo, 1 de janeiro de 2017

ANTIGA RUA DO COMÉRCIO, ATUAL ARTUR MACHADO, VISTA AQUI EM SEU PRIMEIRO QUARTEIRÃO, ATUAL CALÇADÃO EM DIREÇÃO À CATEDRAL - UBERABA

ARTUR MACHADO, VISTA AQUI EM SEU PRIMEIRO QUARTEIRÃO        

“Começa na praça Rui Barbosa e finaliza na praça Siqueira Campos, pertencendo à colina da Matriz e aos altos dos Estados Unidos e da Estação da Mogiana. É a mais importante da cidade, inteiramente calçada a paralelepípedos. Dela partem, à direita, a avenida Leopoldino de Oliveira, as ruas Alaor Prata e Dr. Lauro Borges, a avenida João Pessoa, a ladeira dos Estados Unidos, é atravessada pela rua Padre Zeferino; passa ao fundo da praça Afonso Pena. À esquerda, em frente à rua Alaor Prata, dá nascimento à Saldanha Marinho, e em frente a avenida João Pessoa à rua Dr. João Caetano.
Desde os primórdios de Uberaba se conheceu pelo nome de rua do ‘Comércio’. Em meados do século próximo findo* era a rua do ‘Fogo’, onde se cumulava, de preferência, o povo farrista, separado, assim, do que ficava à rua ‘Grande’, de viver pacato.
Em 1889, perdeu a denominação de rua do ‘Comércio’ e tomou a de ‘Barão de Ataliba’. Em 1894 voltou a chamar-se ‘Comércio’ que se mudou, em 1916, para rua ‘Artur Machado’, em homenagem ao coronel Artur Batista Machado, eminente chefe político uberabense.
O trecho de entre as praças Afonso Pena (Gameleira) e Siqueira Campos, se conhece por ladeira da ‘Estação’.”
(PONTES, 1978, p.279).