sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Seu Mário, o rei da vitamina por meio século

Em 1947, Mario Toitio chega a Uberaba e abre o Mercadinho de Verduras N. S. Aparecida,
 na r. Cel. Manoel Borges    

Laeco Muranaka casou-se, em 1952, com seu Mário, e teve seis filhos que deram-lhes 11 netos e um bisneto


  Muda-se para a pç. Rui Barbosa e instala casa de vitamina, em 1954. Três anos após, o bar atende
  no segundo quarteirão da r. Artur Machado, por 11 anos
Inaugura, em 1968, na Galeria Rio Negro, loja 13, na av. Leopoldino de Oliveira, o Rei da Vitamina



Seu Mário, o rei da vitamina inigualável por meio século


Agraciado, em 2000, com o título de cidadão de Uberaba. Morre aos 86 anos, em 2011

Herivelto, empregado há 26 anos, aprendeu a receita com seu Mário e mantém a tradição de 64 anos no primeiro “shopping” da cidade, com a primogênita de seu Mário, Regina e seu filho Pedro                   

Texto e edição

Antônio Carlos e Luiz Alberto Molinar  
    



terça-feira, 5 de dezembro de 2017

Antigos alunos do Colégio Marista Diocesano de Uberaba

Primeira Série Ginasial do Colégio Diocesano (Foto de 1947) Foto: Ângelo Prieto          

  Turma da Terceira Série Ginasial (1949)   Foto: Ângelo Prieto          
         
 Turma da 4ª Série Ginasial (1950) Irmão Manoel Pedro, Monsenhor Almir Marques, Irmão Lourenço (Reitor) e Dr. Mozarth Furtado Nunes. Foto: Ângelo Prieto       
                                              
Peça de cinto do chamado "uniforme de gala" do Colégio Diocesano de muitas décadas passadas.

 Foto do acervo pessoal de Adelino Pinto da Silva 

Roque Manuel da Silva, o "Roque do Biju"

Biju Caju... quando criança era ouvir o tocar do instrumento triângulo que ele tocava já saia correndo para comprar a casquinha....
Roque Manuel da Silva, o "Roque do Biju"

Roque Manuel da Silva, o "Roque do Biju". O doce, em forma de cone, como uma casquinha de sorvete, era atração entre as crianças da geração de 50 a 80.

Com o latão de biju nas costas, e um triângulo nas mãos, a figura de Roque era conhecida por onde ele passava, entre as ruas de terra, da época.

Roque do Biju nasceu em Restinga, São Paulo, em 8 de setembro de 1920.
Em Uberaba, conheceu Jandira de Oliveira da Silva, com quem se casou. E logo depois se mudaram do bairro São Benedito para o Abadia.

Roque do Biju faleceu em agosto de 2001, aos 80 anos. A casa onde ele morava abriga ainda Dona Janice, os filhos, netos e bisnetos.

De acordo com Mario Renato da Silva, 35 anos, neto de Roque e de dona Janice, ninguém na família deu continuidade ao feitio do biju. Talvez por isso, a quarta geração de Roque, apesar de reconhecer a fama do bisavô, não sabe dizer que gosto tem o biju que ele carregava no latão.

 Crédito da narrativa: Gledson Oliveira.

 Foto extraída do Facebook de Paulo Siqueira.                
 

                                                                                  

domingo, 3 de dezembro de 2017

Repórter uberabense Paulo Nogueira entrevista o cirurgião Cristian Barnad

 Paulo Nogueira  entrevista o cirurgião Cristian Barnad
        Hoje, dia 3 de dezembro de 2017, completa 50 anos que o cirurgião Cristian Barnad, da Africa do Sul, realizou o primeiro transplante de coração no mundo. No ano seguinte ele veio ao Brasil, e o repórter uberabense Paulo Nogueira participou de uma entrevista a imprensa que ele deu na Sociedade Médica Paulista em São Paulo, quando iniciava sua carreira como repórter.

Foto do acervo pessoal de Paulo Nogueira                         

Antônio Carlos

sábado, 2 de dezembro de 2017

Superintendência do Arquivo Público lança e-book com 3.000 páginas e muita história sobre Uberaba


        Entre as atividades em comemoração aos 32 anos de sua implantação, a Superintendência do Arquivo Público de Uberaba lança, no Legislativo Municipal, neste dia 30/11, quinta-feira, às 19h30, o e-book Anais dos Livros de Atas da Câmara Municipal de Uberaba - 1857 a 1900 - Século XIX - Volume I. Evento acontece no plenário do Legislativo.

Trata-se de uma produção inédita, de baixo custo e grande alcance social e muito importante para preservação da nossa história – avalia a superintendente Marta Zednik de Casanova. De acordo com ela, o e-book promove a sistematização de fontes para pesquisas sobre as atividades da Câmara de Uberaba.


Marta Zednik explica que o primeiro volume e-book Anais dos Livros de Atas da Câmara Municipal, contém 3.000 páginas, e que foram utilizados os documentos mais importantes dos primórdios da história de Uberaba, que se encontram sob a guarda da Superintendência do Arquivo Público.

Acesse o e-book que conta os primórdios da história de Uberaba - Século XIX/VOLUME I         

http://www.cneconline.com.br/temp/arquivopublicouberaba/#p=44 

“Esse vasto e importante acervo, organizado em forma de Anais, servirá como fonte preciosa e inesgotável de pesquisas, pois nele encontram-se aspectos históricos da origem e da evolução política, econômica e administrativa do município, além dos registros do dia a dia dos atos do Legislativo de Uberaba” – revela a superintendente.

Entre os assuntos destacam-se a escravidão em Uberaba; a guerra do Paraguai; a epidemia da varíola; a Santa Casa de Misericórdia; o Lazareto (abrigo para pessoas com doenças contagiosas); o Código de Posturas Municipais; a estrada de ferro da Companhia Mogiana; a Proclamação da República; o divórcio; o 2º Batalhão da Brigada de Minas Gerais; o Instituto Zootécnico; a imigração estrangeira, a iluminação pública (querosene); a canalização de água e esgoto; as festas cívicas, religiosas e comemorativas; a cadeia pública; os transportes (bonde elétrico ou de tração animal); os conflitos políticos; as instituições de ensino no perímetro urbano e rural e a guerra de Canudos.

Guardião da História – A Superintendência do Arquivo Público de Uberaba tem por finalidade orientar, recolher, custodiar, divulgar o patrimônio documental e garantir o pleno acesso à informação pública, suporte para a tomada de decisões governamentais e garantia de direitos individuais e coletivos para o exercício pleno da cidadania em consonância com a Lei de Transparência. Tem desenvolvido diversos trabalhos nas áreas de pesquisas da história da cidade e região e ações educativas junto às escolas de Uberaba. Preserva documentos de valor legal, administrativo e histórico, provenientes de entidades públicas e privadas.

Secom/PMU - 01/12/2017 

LAR ESPÍRITA INSTITUIÇÃO DE AMPARO À CRIANÇA ABANDONADA