terça-feira, 27 de junho de 2017

MEMÓRIA RADIOFÔNICA – A TRAJETÓRIA EM UBERABA


     Desde cedo convivi, vocação de criança, com a comunicação. Aos 15 anos, alto-falante de rua;depois rádio e televisão. Agora esse tal de “face” não sei o que… O tempo tem sido pródigo comigo. Não me deu dinheiro, fortuna, mas, amizades ricas, família maravilhosa. Amo de paixão, a minha Uberaba. O cavalo passou muitas vezes, “arreado”. Não quis montá-lo. O muito foram algumas passagens por Ribeirão Preto, Londrina, BH. O inesquecível Ataliba Guaritá Neto, Netinho, talento que saia pelos poros, os maravilhosos irmãos Jorge e Farah Zaidan, fizemos um pacto de devoção e amor acendrado à Uberaba. Daqui só sairíamos para o cemitério “São João Batista”. Geraldo e eu, estamos vivos. Graças a Deus…
1937, chegava a PRE-5, grupo de empresários liderados por Quintiliano Jardim. 1953, Pedro Vieira de Souza, Ari de Oliveira e Galdino Carvalho, fundavam a Difusora. Só em 1968, os irmãos Fued e Fauze Hueb, Jorge e Farah Zaidan, José Curi Peres, Edson Prata e esse humilde escriba, fundaram a rádio “7 Colinas”. Profissionais “oriundi” das outras emissoras. Eram rádios “AM”. Não se falava em “FM!”… Gente nova de valor. Fernando Braz, depois “virou” Fernando Vanucci, inigualável!(Até hoje, não apareceu melhor apresentador esportivo que ele..), Antenor Cruvinel, voz incomparável, Haroldo Toti, “ o navio negreiro.. (ele sabe porque…), Romeu Meneghelo, no auge da carreira, Brigido Bianco, um “vozeirão”, Fábio William, destaque dos telejornais da Globo, Luiz Cláudio, o “Bocão”, Ernani Dias Duarte e Waldez Gomes e com eles, David Augusto, repórteres de primeira linha…Reinaldo Rodrigues, “disck-joquey” da moda… , Rubens Zaidan, pouco tempo na terrinha, foi prá S.Paulo, fazer sucesso nos telejornais da Globo…Paulo Nogueira, ótimo em tudo que fazia:reportagem, fotografia, sonoplastia… hoje, é ufologista. Seus irmãos. J.Carvalho e Marco Antônio, marcaram época. Hoje, estão no “plano de cima”. À direita do Senhor.
Depois, a Rádio Uberaba. Primeiro dono, um deputado mafioso: o da “máfia da Loteria Esportiva”, Milton Reis .Mais tarde, o uberabense Fúlvio Fontoura e amigos. Em seguida, o empresário Sérgio Naya, notória figura das colunas policiais…O radialista Edvaldo Santos, atualmente, dirige a emissora pertencente a um grupo de BH. A outra AM, ex-Difusora, e locada ao “dublê” de radialista e deputado, Tony Carlos.
A era FM, e mais nova. Som limpíssimo. Alcance maior. Programação?Deixa a desejar. A maioria delas dedica-se ao sertanejo. Quase sempre de gosto duvidoso. Outras, locam horários para programas religiosos e assim vai…
À rigor, apenas duas emissoras AM se preocupam em dar noticias locais: a “nova JM” e a C. Lúcio Castelano, ontem. Edson Santana e equipe, hoje. A “Sete”, atende ouvintes com o Luis Augusto e a “JM”, com completo noticiário policial com Carlos Paiva . Tanto na AM, quanto FM, alguns programas variados e … nada mais.
Registro, por dever, honra e mérito, um profissional sério e competente: Moura Miranda. 40 anos num só prefixo, é um dos grandes narradores do rádio esportivo brasileiro Tem categoria e classe para trabalhar em qualquer grande emissora brasileira. De Tupaciguara, preferiu Uberaba. Sorte nossa. Valente, destemido, é, talvez, o “último dos moicanos” da “velha guarda” do verdadeiro rádio local. Que perdure mais tempo. Desejo sincero.
Com perspectivas indefinidas do futuro do rádio no Brasil ( as AMs. serão perremptas…)é difícil prever como se portarão as FMs. como veículos informativos , opinativos e formadores de opinião. É aguardar...

Luiz Gonzaga de Oliveira

Família Soukef

 Família Soukef

Início das operações da antiga VASP (Viação Aérea São Paulo)

Campo de aviação  de Uberaba

Praça Rui Barbosa - Praça da Matriz (Uberaba)



Foto: Arquivo Público Mineiro/Anos: 1859 a 1889 

Uberaba Tênis Clube sorteou duas passagens para a Copa do Mundo FIFA

Interior da ótica Avenida

Baile de Debutantes no Uberaba Tênis Clube - UTC

Baile de Debutantes

                         
O jornalista e colunista social Ataliba Guaritá Neto entrevista, o galã e ator Paulo Figueiredo que ganhou fama de galã em novelas da TV Tupi nas décadas de 1960/70. Com as presenças de radialistas, Além Mar Paranhos, Paulo Silva e o vereador Reynildo Chaves Mendes, presidente do Uberaba do Tênis Clube – foto da década de 1970.


Foto: Nau Mendes

(Acervo pessoal da família Chaves Mendes)      

Bar do Chuá

Bar do Chuá

COOPERATIVA REGIONAL DOS PRODUTORES DE LEITE DO VALE DO RIO GRANDE - UBERABA

Cooperativa dos Produtores leite do Vale do Rio Grande

Cooperativa dos Produtores leite do Vale do Rio Grande


Sede Antiga – fundação – 1948.

Centenário e Trianon… 1974 Alterações da Razão Social para Cooperativa Regional dos Produtores de Leite do Vale do Rio Grande Ltda.Uberaba


Praça Manoel Terra, 20/22.

Década: 1945

Foto: Autoria desconhecida

Acervo: Arquivo Público de Uberaba     

Copervale – Cooperativa dos Produtores leite do Vale do Rio Grande

Cooperativa dos Produtores leite do Vale do Rio Grande

Copervale – Cooperativa dos Produtores leite do Vale do Rio Grande

TITO SCHIPA (GLORIA MÁXIMA DA ARTE LÍRICA) – CANTOU NESTE TEATRO – GRANDE HOTEL – UBERABA EM XVII-VII-MCMXLL

Tito Schipa

IGREJA DE SANTO ANTONIO E SÃO SEBASTIÃO, HOJE IGREJA DA ADORAÇÃO PERPÉTUA

Paróquia de Santo Antônio e São Sebastião

Thomaz de Aquino Prata – Padre Prata

Padre Prata

PADRE THOMAZ DE AQUINO PRATA

EDSON GONÇALVES PRATA - UBERABA

Edson Gonçalves Prata

A VINDA DOS CORREIOS PARA UBERABA

ORIGENS E TRAJETÓRIA HISTÓRICA DE UBERABA


RUA CORONEL MANOEL BORGES - ANTIGA RUA MUNICIPAL

Praça Rui Barbosa

Cine Teatro São Luiz

Cine Teatro São Luiz



Foto: Autoria desconhecida

Cine Teatro São Luiz (Praça Rui Barbosa – Centro – Década de 1930) – “A arte dramática, no Triângulo Mineiro, escreve o Dr. Hildebrando Pontes (Almanaque Uberabense, de 1907), teve como iniciador o Padre Zeferino Batista do Carmo, que era, também, um brilhante compositor, apaixonado pela música. Grupos de amadores improvisavam palcos nas ruas e nos quintais. Em 1862, diz o nosso ilustre e saudoso historiador, no referido trabalho, fundou-se nesta cidade a ‘Companhia Dramática Uberabense’, tendo como sócios, entre outros, João Pedro de Antióquia Barbosa, Major Antônio Cesário da Silva e Oliveira, Tenente Maximiniano José de Moura, Fernando Vaz de Melo, Dr. Henrique Raimundo Des Genettes, Tenente Venceslau Pereira de Oliveira. Formando o capital de CR$. 2.250,00, com ações de CR$. 50,00, adquiriu dos herdeiros do Major Salvador Ferraz de Almeida o terreno onde, hoje, se ergue o Cine Teatro São Luís, à Praça Rui Barbosa. Muito auxiliado pelo Sr. Elias Martins Marques, que contribuiu com a quantia superior a CR$. 600,00 (naquela época…), construiu o teatro, que foi inaugurado em maio de 1864, por ocasião da Festa do Divino. O ‘Pano de Boca’, feito pelo tabelião Luís Beltrão de Sousa Fleuri, inspirado pelo Cel. Carlos José da Silva e por Francisco Rodrigues de Sousa, representava o acontecimento que deu a esta região o nome de ‘Farinha Podre’. Depois de algumas séries de espetáculos, o teatro ficou abandonado, em 1871.

Arquivo Público de Uberaba

segunda-feira, 26 de junho de 2017

Vista aérea de Uberaba.

RUA ARTUR MACHADO – ANTIGA RUA DO COMÉRCIO

Rua Artur Machado (antiga Rua do Comércio)

A história de Juca Pato, ídolo do Uberaba Sport.

Juca Pato, ídolo do Uberaba Sport.

PENITENCIÁRIA DE UBERABA – ATUAL: UNIVERSIDADE FEDERAL DO TRIÂNGULO MINEIRO


RUA ARTUR MACHADO

Foto Arquivo Público de Uberaba

Concessionária Ford Derenusson

Ford Derenusson

Concessionária Ford Derenusson - instalações localizadas num casarão na esquina das ruas cel. Manoel Borges e Major Eustáquio.

Showroom e a oficina, em julho de 1950.  


          

sábado, 24 de junho de 2017

Empresa Telefônica de Uberaba (ETUSA)

Empresa Telefônica de Uberaba (ETUSA)


Empresa Telefônica de Uberaba (ETUSA), na Rua Governador Valadares, trecho entre a Avenida Doutor Fidélis Reis e Rua Artur Machado. Atual CTBC - Algar Telecom.

Década: 1940

Futuro Mercado Municipal de Uberaba

  
 Futuro Mercado Municipal de Uberaba


"Antes da construção do Mercado Municipal aquela região de Uberaba era formada por alguns casarões rústicos. Em raríssima foto o cotidiano da cidade no início do século passado. Trabalhadores cultivam a terra numa paisagem quase rural."


Jornalista Maria Cândida Sampaio 
                   

Paróquia Nossa Senhora das Dores – Santa Juliana.

CAMINHÕES ESTACIONADOS NO PÁTIO DO MERCADO MUNICIPAL DE UBERABA



Década: 1970/80

Praça Manoel Terra

Foto: Autoria desconhecida

(Arquivo Público de Uberaba)

A HISTÓRIA VIVA DE UBERABA

COLÉGIO MARISTA DIOCESANO – UBERABA

Vista aérea de Uberaba

Vista aérea de Uberaba



Década de 1960

Foto: Autoria desconhecida

Foto tirada no sentido Bairro Estados Unidos/Bairro Nossa Senhora da Abadia.
Em primeiro plano, destacam-se o Mercado Municipal de Uberaba e a Faculdade de Medicina do Triângulo Mineiro. No canto superior esquerdo, o Colégio Nossa Senhora das Dores. No canto superior direito, o Colégio Triângulo Mineiro que posteriormente, foi fechado, dando lugar ao que veio a ser: Faculdades Integradas de Uberaba (FIUBE), hoje, Campus I da Universidade de Uberaba (UNIUBE). 


(Arquivo Público de Uberaba)